Processo: 2859

Resultado: Acordo

Nº de Caixa: 68

Situação: Arquivado

Início: 14/02/1953

Fim: 17/01/1957



Descrição:

Carlos Rodrigues Costa, brasileiro, casado, padeiro, residente e domiciliado nesta cidade, por seu advogado no fim assinado, assistido pelo "sindicato dos trabalhadores nas indústrias de panificação, confeitarias, biscoitos, massa alimentícias e de produtos de cacau e balas de Pelotas, diz e requer a V. excia o que se segue: o reclamante foi admitido para trabalhar na padaria monteiro, atualmente, de propriedade da firma "Osvaldo Pereira e Oliveira Ltda." sita à rua tiradentes, 603, em 1º de setembro de 1941, ganhando o ordenado de Cr$1.250,00 por mês. O reclamante , no dia 2 do corrente mês, foi brutalmente ofendido pelo sócio da firma sr. oliveira , que eem palavras de baixo calão mandou o reclamante manter relações sexuais com sua progenitora. A reclamada praticou a falta capitulada no art. 483, letra e) da CLT autorizando a rescisão do contratp de trabalho, por parte do reclamante, que permaneceu e permanece no serviço apenas aguardando o pronunciamento dessa mm. junta. O reclamante quer rescindir o seu contrato de trabalho receber as indenizações, num total de Cr$15.400,00; aviso-prévio num total de Cr$1.400,00 e férias correspondentes ao período 51-52, que não gozou, num total de Cr$1.073,00, atingindo tudo a um global de Cr$17.873,00.



Tipo de Ação: Individual

Juiz: Dr. Mozart Victor Russomano

Vara: 1

Tipo de Demandante: Empregador



Este processo esta no nome de: Carlos Rodrigues Costa
Voltar para Lista de Processos