Processo: 2847

Resultado: Acordo

Nº de Caixa: 68

Situação: Arquivado

Início: 29/01/1953

Fim: 11/02/1953



Descrição:

João Carlos Fernandes Barcelos, mecânico, solteiro, brasileiro, apresentou reclamação contra Orlandi, Duval & Cia.Ltda, representada por José Duval da Silva. O reclamante alega que foi admitido pelos reclamados em 1 de junho de 1951, embora conste em sua carteira profissional como setembro de 1.951. Que ganhava o salário de CR$ 650,00 mensais e que foi despedido, dia 16 do corrente, mediante o pagamento de indenização e aviso prévio. Que entretanto, a reclamada pagou-lhe apenas como se tivesse sido admitido em setembro, restando-lhe a receber 1 mês correspondente a indenização tinha direito. Mediante o exposto, pleiteou o pagamento no valor de CR$ 650,00, correspondente ao último período não computado pela reclamada. Em defesa, o reclamado alega que as indenizações foram pagas legalmente ao reclamante conforme se inferia o documento exibido. Como resultado, a Junta de Conciliação e Julgamento de Pelotas, por unanimidade de votos, julgou improcedente a reclamação, condenando o reclamante nas custas do processo, no valor de CR$ 59,50, sendo-lhe, porém, concedido o benefício de justiça gratuita por ganhar menos do dobro do mínimo legal.



Tipo de Ação: Individual

Juiz: Dr. Mozart Victor Russomano

Vara: 1

Tipo de Demandante: Empregador



Este processo esta no nome de: João Carlos Fernandes Barcelos
Voltar para Lista de Processos