Processo: 2987

Resultado: Cancelado

Nº de Caixa: 71

Situação: Arquivado

Início: 20/08/1953

Fim: 29/09/1953



Descrição:

Quirino Rodrigues, solteiro; João Adriano Ribeiro, solteiro, ambos brasileiros, apresentaram reclamação contra Carlos e Luís Seifritz. Os reclamantes alegam que foram tripulantes do iate de propriedade dos reclamados, sendo o primeiro de 18 de setembro até 31 de dezembro de 1952 e de 9 de março até 17 de agosto de 1953 e o segundo de 6 de dezembro de 1952 até 17 de agosto de 1953. Que exerceram, respectivamente, as funções de marinheiro e moço, recebendo CR$ 830,00 e CR$ 708,30. Que ambos faziam quatro horas por dia em média de serviço extra, sem que recebessem qualquer remuneração. Mediante o exposto, pleitearam essas horas a que tinham direito. Além deles, Hermes Danielse, brasileiro, solteiro, também alegou que trabalhou, por duas vezes, no iate, sendo a primeira vez de junho até 21 de dezembro de 1952, e a segunda de 31 de dezembro de 1952 até 4 de março de 1953. Que exerceu a função de marinheiro (antes foi moço) com o salário mensal de CR$ 830,00. Que fazia em média quatro horas por dia, sem que esse serviço lhe fosse pago. Mediante o exposto, também pleiteou o pagamento dessas horas. Em defesa, o reclamado alega que a embarcação fazia viagens de Rio Grande a Guarachaim e de Pelotas a Mostardas, demorando, em ambos os trajetos, em viagens redondas, de vinte e quatro a vinte e oito horas, conforme a embarcação estivesse carregada ou não, fazendo, no máximo, quatro viagens por mês. Os reclamantes trabalhavam apenas 8 horas por dia e tinham repouso quando a embarcação estava no porto, como compensação a qualquer hora extra a que tivessem direito. Como resultado, em decorrência de não comparecimento, às três reclamações foram arquivadas.



Tipo de Ação: Plúrima

Juiz: Dr. Mozart Victor Russomano

Vara: 1

Tipo de Demandante: Empregado



Este processo não possui referência para uma pessoa
Voltar para Lista de Processos