Processo: 3037

Resultado: Procedente

Nº de Caixa: 72

Situação: Arquivado

Início: 03/03/1954

Fim: 14/07/1954



Descrição:

Irmãos Reis, firma estabelecida com o “Curtume Antônio Reis”, pleitearam a instauração de inquérito administrativo contra seu empregado Antônio Freitas Valente. O reclamante alega desídia, ou seja, desinteresse do reclamado manifesto e constante, causando um considerável decréscimo na produção. Insubordinação e Indisciplina, ou seja, desrespeito às normas e ordens de serviço, culminando com um procedimento grosseiro e insolente ao investir o referido empregado contra o sr. Luiz Gonzaga Reis, em atitude de ameaça e desafiando-o para brigar na rua. Como não fosse atendido para brigar, o mencionado empregado retirou-se do estabelecimento, dizendo-se despedido, sem ter retornado até aquele momento ao serviço. Como resultado, a Junta de Conciliação e Julgamento de Pelotas, por unanimidade de votos, julgou procedente o inquérito, autorizando a rescisão do contrato individual de trabalho do requerido, sem indenizações de qualquer natureza. Ressalta-se outrossim, que em 3 de dezembro Antônio Freitas Valente entrou com um processo contra Curtume Antônio Reis, sendo, o mesmo considerado improcedente (processo de número 696/53).



Tipo de Ação: Individual

Juiz: Dr. Mozart Victor Russomano

Vara: 1

Tipo de Demandante: Empregador



Este processo não possui referência para uma pessoa
Voltar para Lista de Processos