Processo: 3038

Resultado: Acordo

Nº de Caixa: 72

Situação: Arquivado

Início: 21/02/1954

Fim: 27/02/1956



Descrição:

Dorilo Dutra, brasileiro, casado, apresentou reclamação contra Artefatos de Papel e Papelão Ltda. O reclamante alega que trabalhou na referida fábrica, de 8 de abril de 1950 até 18 de fevereiro corrente, quando foi despedido sem justa causa. Que trabalhava por dia, ora por tarefa, quando trabalhava por dia, recebia CR$ 28,00 e quando por tarefa - no serviço de impermeabilização de telha - obtinha em média diária, CR$ 60,00. Mediante o exposto, pleiteou o aviso prévio na base de 30 dias de salário, indenização na base de 120 dias e férias relativas ao último período na base de 17 dias. O reclamado apresentou sua defesa por escrito. Como resultado, a Junta de Conciliação e Julgamento de Pelotas, por maioria de votos, julgou procedente em parte a reclamação, condenando a reclamada a pagar ao reclamante CR$ 5.334,00. Todavia, após reclamante e reclamada recorrerem ao Tribunal, fora celebrada a seguinte conciliação: a reclamada pagaria ao reclamante a quantia de CR$ 6.696,70 e mais os honorários do perito, no valor de CR$ 500,00.



Tipo de Ação: Individual

Juiz: Dr. Mozart Victor Russomano

Vara: 1

Tipo de Demandante: Empregado



Este processo não possui referência para uma pessoa
Voltar para Lista de Processos