Processo: 1167

Resultado: Acordo

Nº de Caixa: 35

Situação: Arquivado

Início: 25/01/1949

Fim: 04/02/1949



Descrição:

O mesmo começou a trabalhar, na empresa Conservas Sulriograndenses Ltda., em 24 de Junho de 1947. Que exercia a função de servente, com salário-hora de cr$ 2,00 (dois cruzeiros). Que há mais de quatro meses a reclamada não dá serviço para a reclamante e as demais operárias. Que por tal motivo, outras operárias ajuizaram reclamações, perante essa justiça, obtendo ganho de causa. Que o mesmo faz a ora reclamante, motivo porque, com fundamento na CLT, pleiteia: a) o pagamento de um período de férias. b) o pagamento do aviso-prévio, na base de oito dias, pois o total do salário era recebido semanalmente. c) o pagamento da indenização por despedida injusta, na base de quatrocentas horas, porque a reclamante, até hoje, sempre se manteve à disposição da reclamada, deixando de empregar-se noutro estabelecimento. d) o pagamento dos salários durante o tempo em que esteve à disposição da reclamada, não só por esse motivo como também porque os motivos invocados pela reclamada não autorizam, de acordo com a lei, a paralisação da sua fábrica. O pedido totaliza cr$ 2.368,00, sendo suas pardelas, respectivamente, as seguintes, de acordo com o item anterior: cr$ 240,00 , cr$ 128,00 , cr$800,00 e cr$ 1.200,00.



Tipo de Ação: Individual

Juiz:

Vara: 1

Tipo de Demandante: Empregado



Este processo esta no nome de: Marina Hepp Barcelos
Voltar para Lista de Processos