Processo: 1179

Resultado: Procedente

Nº de Caixa: 35

Situação: Não Arquivado

Início: 12/11/1949

Fim: 04/01/1949



Descrição:

Que a firma Conservas Sul riograndenses paralisou os serviços da industria não havendo, no entanto despedido os empregados do escritório, que continuam a comparecer ao serviço e trabalhar normalmente, tanto que o suplicante tem sob sua guarda as chaves do escritório, da fabrica em geral e do cofre. Que de mau grado os esforços dispendidos, não recebe os seus salários desde 1º de setembro de 1948, bem como não gozou, por não lhe serem concedidas, as férias regulamentares vencidas em 30 de abril de 1948. Eis que está sendo ameaçado de despejo por não ter o salário em dia. Posteriormente a data de 1º de setembro o suplicante apenas retirou da firma, em vales, a importância de Cr$1.300,00. Que já no balanço da firma, realizado em fevereiro do corrente ano, consta o suplicante com um saldo credor de Cr$7.700,00, incluído o salário do referido mês de fevereiro e feito o desconto dos vales citados no item anterior. Portanto pleiteia o pagamento da quantia de Cr$22.500,00.



Tipo de Ação: Individual

Juiz: Mozart Victor Russomano

Vara: 1

Tipo de Demandante: Empregado



Este processo esta no nome de: Carlos de Azambuja Brasil
Voltar para Lista de Processos