Registrar Novo Processo

Lista de Processos

Processo: 1138

Foi despedido, que ganhava Cr$30,00 por dia, pagos semanalmente. Que não lhe foi pago aviso prévio e 7 domingos e 1 dia feriado. Portanto pleiteia o pagamento no valor de Cr$480,00.

Processo: 1133

Que foram despedidos sem que tivessem dado motivo para tal, e que não havia falta de serviço porquanto a ora continua, estando em franca atividade. Pleiteiam que lhes seja pago o aviso prévio, na ase de seus salários, e que dão à presente reclamação o valor de Cr$560,00 sendo Cr$280,00, para cada reclamante, visto que receiam semanalmente seus salários.

Processo: 1101

Que a reclamante trabalha durante 2 anos e 7 meses e jamais sofrera qualquer tipo de punição e nem mesmo qualquer repreensão. Que no dia 28 quando se retirava para o almoço, foi chamada pela funcionária incumbida de revistar as operarias, a reclamante tendo a consciência tranquila, atendeu, prontamente, o chamado e se submeteu a revista. A revistadeira encontrou, então, dentro do saquinho do café que a reclamante leva para sua merenda uma maçaroca, ou seja um fuso de fio simples, de algodão, objeto sem nenhum valor venal, que alguém, por maldade ou brincadeira, colocou ali, sem que a reclamante percebesse. Devido a isso foi suspensa por 15 dias, tal suspensão é, evidentemente, injusta e portanto pleiteia a quantia de Cr$345,00 correspondente aos dias em que a mesma esteve suspensa, tudo sob as cominações legais.

Processo: 1134

Menor assistido por sua mãe, Maria Muniz Peres. Que ganhava o salario de Cr$350,00, pagos mensalmente. Foi despedido sem justa causa em 16.11.49. Pleiteia o pagamento do aviso prévio e oito dias de salário, que não lhe foram pagos, num total de Cr$443,30.

Processo: 1093

Que Ganhava o salário de Cr$17,00 pagos semanalmente, foi despedida sem justa causa. Pleiteia portanto o pagamento do aviso prévio, indenização e férias a que tem direito num total de Cr$1.361,00

Processo: 1117

Trabalha para o reclamado desde 26-12-1948, percebendo o salário por peça, sendo-lhe pago mensalmente. Que ganha em média Cr$ 150,00 por semana. Que ultimamente, os seus salários não lhe tem sido pagos com regularidade, estando mesmo a varias semanas sem receber, pelo que, vem por esta pleitar o pagamento dos mesmos num total Cr$ 377,00.

Processo: 1145

Trabalhou para o reclamado, de 01-02-1948 até 13-06-1949. Que percebia o seu salário por peça, cujo pagamento era feito semanalmente, variando, digo, ganhando em média por semana Cr$ 170,00. Que foi despedido sem justa causa, pelo que vem pleitar o pagamento do aviso-prévio e indenização, num total de Cr$870,00.

Processo: 1144

Iniciou suas atividades no mencionado estabelecimento, em 21 de setembro de 1948. Que percebe Cr$ 6,50 a hora sendo seu pagamento efetuado por semana, que o feriado de 15 do corrente mês, não lhe foi pago pela firma, que alegam os engarregados dos escritorios da firma que a lei ainda não está em vigor, que pagam os domingos por que querem e que somente pagarão os feriados trabalhados. Que vem portanto pleitar com fundamento na Lei nº 605, o pagamento desse dia feriado, na importância de Cr$ 52,00.

Processo: 1096

O reclamantes acidentou-se o seu patrão a pagar-lhe o aviso prévio e os dias que esteve sem trabalhar. Pelo exposto pleiteia o pagamento do aviso prévio na base de oito dias e, mais os dias em que esteve parado, num total de Cr$616,00.

Processo: 1095

Foi despedido sem justa causa. Pleiteia portanto o pagamento do aviso-prévio, na ase de oito dias, num total de Cr$192,00

Processo: 1146

Que em 28 de Junho, tanto um como outro dos suplicantes receberam um memorando que lhes comunicava a sua dispensa dos serviços da empregadora, a ser efetivada no subsequente primeiro de Julho. Que em face da realização, da dispensa comunicada, tem os suplicantes direito ao aviso prévio e mais a correspondente indenização.

Processo: 1112

Que dia 13 do corrente, foi suspenso por cinco dias, pelo capataz da turma em que trabalha. Que considera injusta a sua suspensão, pelo que pleiteia o pagamento dos dias, que esteve sem trabalhar, no total de Cr$100,00.

Processo: 1111

Que a reclamada ao pagar-lhe as indenizações o quer fazer na base de 200 horas, com o que não concorda o reclamante. Pleiteia o referido pagamento na base de 240 horas, num total de Cr$4.368,00 mais Cr$166,40 correspondente ao aviso prévio.

Processo: 1147

Trabalhava para os reclamados, desde 9 de maio do corrente ano. Ganha o salário de Cr$ 35,00 por dia, pagos semanalmente, não recebia domingos e feriados. Que, com fundamento na lei nº 605, vem pleitar o referido pagamento, num total de trinta dias, no valor de Cr$ 1.050,00.

Processo: 1110

Foi despedida sem justa causa. Que percebia o salário de Cr$230,00 mensais e mais utilidades. Que não lhe foi dado o aviso prévio a que tinha direito. Portanto pleiteia o pagamento do mesmo na base de trinta dias.

Processo: 1114

Que foi despedido, sem justa causa, no dia 5 corrente. Em vista do exposto e com fundamento na CLT, pleiteia o pagamento de oito dias de aviso prévio, na base de Cr$26,00 por dia, pois tal era o salário do reclamante. No total de Cr$208,00

Processo: 1108

Que trabalham para os reclamados, ganhavam Cr$25,00 por dia, os quais lhes eram pagos diariamente. Que a firma nega-se a lhes pagar os domingos e feriados a que têm direito. Pleiteiam, portanto o referido pagamento num total de Cr$2.575,00, sendo Cr$1.200,00 para o primeiro reclamante, Cr$625,00 para o segundo e Cr$750,00 para o terceiro.

Processo: 1106

Que o reclamante começou a trabalhar para o reclamado em fevereiro de 1945. Que ganhava Cr$12,00 por dia, sendo-lhe o salário pago mensalmente. Que dia 3 do corrente mês, foi despedido sem justa causa. Pleiteia o pagamento do aviso prévio e férias a que tem direito.

Processo: 1105

Que foi despedido sem motiva justo, em 1. 11. 49. Ganhava Cr$32,00 por dia, pagos semanalmente. Pleiteia o pagamento do aviso prévio a que tem direito, num total de Cr$256,00.

Processo: 1104

Que ganha, Cr$3,00 por hora, pagos semanalmente. Que ao lhe serem pago as férias, a reclamada o fez apenas com onze dias de salário, descontando-lhe 4 dias de faltas, faltas essas já descontadas nas semanas correspondentes. Pelo exposto, vem o reclamante pleitear o pagamento desses 4 dias, num total de Cr$96,00