Registrar Novo Processo

Lista de Processos

Processo: 567

João e Waldemar reclama que foram demitidos sem justa causa ou recebimento de aviso prévio. Sendo que ainda reclamam o pagamento em dobro do período de férias, diferenças salariais juntamente com o aviso prévio.

Processo: 565

Reclama que durante o período em que esteve afastado do serviço devido ao serviço militar, o empregador se recusou a pagar metade dó seu salário.

Processo: 564

Ambos reclamam que devido ao falecimento de sem empregador devem receber aviso prévio e indenização por demissão sem justa causa, além, de reclamarem algumas vezes fazerem hora extra, não terem gozado de férias e o descanso semanal.

Processo: 563

Reclama que cumpriu suspensão injusta e pleiteia recebimento de pagamento por esses dias.

Processo: 562

Reclama que após a morte do seu empregador, ele não recebeu nenhuma indenização, não recebeu férias além do fato de ter trabalhado mais de oito horas por dia.

Processo: 561

Reclama ter se demitido em vista de não ter recebido salário, em vista de que este nunca foi fixado mesmo devido as constantes reclamações da mesma. Reclama que não recebeu ou gozou férias, alem de ter trabalhado nas duas residências do patrão.

Processo: 560

Reclamante entrou para o serviço da Joaquim de Oliveira & Cia. Ltda. Foi sumariamente despedido, por um dos empregadores. Ganhava o salário de Cr$15,00 por dia e exercia a função de estivador, recebeu as férias e não deu motivo para a dispensa em vista do exposto pleiteia a indenização por despedida injusta e o pagamento do aviso prévio.

Processo: 559

O requerente Alfredo dos Santos declarou que entrou para o serviço da Cooperativa União Rural em 16 de dezembro de 1944 permanecendo até o dia 22 de janeiro de 1945, data em que foi convocado para o serviço ativo no Exército, em Pelotas. Dessa forma, solicitou o pagamento de 50 % dos salários até a data de 10/01/1946 quando foi desincorporado do serviço militar.

Processo: 558

O requerente Dorval Gomes declarou que entrou para o serviço da construtora Aires Seixas em julho de 1944 permanecendo até o dia 26 de janeiro de 1946, data em que foi convocado para o serviço ativo no Exército, em Pelotas. Dessa forma, solicitou o pagamento de 50 % dos salários até a data de 01/01/1946.

Processo: 555

O reclamante entrou na S.A. Frigorifico solicitou indenização por demissão sem justa causa (Cr.$ 768,00), sem aviso prévio (Cr.$ 460,80) e o pagamento, em dobro, de um período de férias (Cr.$ 460,80) perfazendo o total de Cr.$ 1.689,60

Processo: 554

Que as reclamantes Edite Chagas Garcia e Josefa Aresa entraram para o serviço da S.A. Frigorifico Anglo, para trabalhar durante a safra de 46 Que a segunda entrou no mesmo serviço, sob as mesmas condições. Que a segunda recebeu um original aviso prévio. Que não deram motivos para a rescisão dos contratos de trabalho que mantinham com a empresa. Nem sequer iniciou a safra, para a quem foram ambas contratadas. Que cada safra, tem duração legal de seis meses. Que ambas recebiam por hora Cr$1,50. Que vista disto pleiteiam o pagamento de três meses de salários.

Processo: 553

A reclamante foi contratada no dia 19/1/1946 para trabalhar durante a safra que tem duração de seis meses, porém recebeu o aviso prévio no dia 17/2/1946. A reclamante deseja o pagamento do tempo que resta para o cumprimento do contrato, na base de salário de Cr$ 1,50 sendo assim o total consistia em Cr$ 900,00

Processo: 2

A funcionária era muito eficiente, então a empresa começou a usá-la em diversos serviços, explorando seu trabalho, ela pediu auxílio a um amigo da família que lhe orientasse, este amigo era um advogado. A empresa entendeu esta atitude coma uma ameaça. Deu o aviso prévio para ela e a demitiu. Demissão sem justa causa.

Processo: 1

Demissão sem justa causa e aviso prévio. Está requerendo a indenização.

Processo: 469

O requerente trabalhou no serviço de restaurante,sendo transferido, por conveniência da empresa, para o serviço de descarnação e foi despedido por injusta causa. E além do pagamento por injusta causa ele requer também o pagamento em dobro de um período de férias.

Processo: 440

Reclama demissão sem motivo, sem recebimento de justa causa e sem aviso prévio. Em 10/04/1497, o reclamante não compareceu ao julgamento, com isso o precesso foi arquivado.

Processo: 434

Reclama demissão sem motivo, sem recebimento de justa causa e sem aviso prévio. Reclamação julgada procedente em 03/08/1946, a reclamada pagaria o valor de Cr$ 1.596,00. em 12/08/1946 a reclama recorre da decisão e em 22/11/1946 o Conselho Regional do Trabalho julga improcedente o recurso. Arquivado em 29/01/1947.

Processo: 433

Sua remuneração Declarada era um salário mensal de Cr$ 160,00 em dinheiro e Cr$ 132,50 em almoço e café (Cr$ 4,50 ao dia). No entanto reclama demissão sem motivo, sem recebimento de justa causa e sem aviso prévio. Reclamação julgada procedente, o reclamado pagou o valor de Cr$ 500,00.

Processo: 422

Quer pleitear a indenização que tem direito pela despedida se, justa causa e o salário relativo a falta de aviso prévio, totalizando cerca de Cr$1.260,00.

Processo: 421

O requerente quer pleitear a indenização que tem direito pela despedida sem justa causa e o salário relativo a falta de aviso prévio, totalizando Cr$1.100.00.